quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

12º Capítulo − Abaixem o som da porcaria da TV! ✓


Go!

It all comes down to this
I miss your morning kiss
I won't lie, I'm feeling it
You don't know and I'm missing it
I'm so dumb, I must admit
It's too much to hold it in
I can't say no more than this
I just hope your heart hear me now
I let you know how I'm feeling
You own my heart, he just renting
Don't turn away, pay attention
I'm pouring out my heart, oh boy
− Nicki Minaj Ft. Chris Brown in Right By My Side

− Não! Ela é capaz! Ela jurou-me que não partiria o meu coração, mas no final ela partiu-o! – Ela molhava a camisa de Claire. – Eu tenho medo, porque ela pode te magoar! – Ela já gritava na esperança que Claire percebesse o perigo que as rodeava.
− Ela nunca me irá separar de ti! Nunca! – Claire limpou as lágrimas. De seguida beijou a testa de Demetria. – Eu amo o teu sorriso. As tuas lágrimas não merecem escondê-lo. Já jantaste?
− Não, vamos descer? – Demetria afastou o assunto negativo. Desceram em silêncio. Todos já tinham comido alguma coisa, por isso não jantaram. Conversaram sobre coisas aleatórias, sem tocarem no porquê de Demetria ter chegado tarde. Sabiam muito bem que isso não seria bom para ela e para Claire. Dallas falou com todos, caso alguém não soubesse do sucedido.
− Isto aqui está muito bom, porém amanhã há que trabalhar! – Dallas bocejou enquanto olhou para as horas no relógio da cozinha.
− Tu? Trabalhar? Deixa-me rir, Dallas! – Miley cutucou Selena e ambas riram. Dallas deu a língua e subiu as escadas.
− E vocês, meninas? Não vão dormir? – Dianna perguntou-lhes e elas ignoraram.
− Nós? Também vamos, não é Miles? – Selena riu sem graça ao perceber o esquema.
− Meninas, caso precisem de alguma coisa, gritem! – Dianna beijou-lhes a testa e despediu-se juntamente com Eddie.
− Claro, mãe! – Demetria concordou. – Claire?
− Diz, Demi. – Claire acordou dos seus pensamentos.
− E se fossemos para o meu quarto ver um filme de terror? – Ela olhou-a.
− Um filme de terror? Tu estás bem?
− Melhor que nunca, meu anjo. Vem! – Ela puxou a sua mão delicadamente. Subiram os degraus cuidadosamente, quase todos estavam a dormir, exceto elas. Entraram no quarto e fecharam-no à chave, quem sabe se não pintava um clima? Demetria foi até à estante e tirou O Silêncio dos Inocentes. Claire ajeitou a cama e as cobertas.
− Pronta? – Demetria disse e apertou o play. Nenhuma delas falava, um silêncio assustador permaneceu no ar até que algo aconteceu, Demetria não sabia o que se estava a passar, porque a atenção dela estava voltada para a beleza de Claire.
− Demi! − Claire gritou. – Maldita a hora em que cedi a ver este filme! – Ela abraçou-se à sua cintura, debaixo dos edredons.
− Calma! É apenas um filme! – Demetria acalmou-a.
− Um filme? Apenas? É só isso que me tens a dizer? – Ela pareceu estar nervosa. Ela tinha mesmo medo de filmes de terror.
− Desculpa, Claire. Eu pensava que não tinhas assim tanto medo. – Ela puxou-a para ver o seu rosto delicado.
− Pois, tu não pensaste!
− Okay, desculpa! Eu não te queria assustar, sim?
− Okay, Demetria. – Ela abraçou-a e acarinhou o seu rosto. As coisas estavam a começar a aquecer. Claire olhou para os lábios rosados de Demetria, oh meu Deus! Ela mordeu o lábio inferior. O polegar gelado de Demetria delineou o seu pescoço parando na sua cintura. Elas podiam sentir a respiração uma da outra.
− Hey! Abaixem o som da porcaria da TV! – Miley abriu a porta, Demetria devia saber que ela porta era enganosa no que tocava a trancá-la, e fechou-a rapidamente.
− Destiny! – Demetria gritou para que Miley ouvisse. – Desculpa, Claire. Acho que fiz algo errado, desculpa.
− Não te precisas desculpar, afinal nós as duas erramos. – Claire pareceu magoada. Na verdade, ela estava. Para quê que Demetria se desculpou? Foi apenas um impulso? Talvez Claire nunca mais se apaixone de verdade.

Sunday, 06:30 A.M. Lovato’s House, California
Demetria acordou com uma sede insaciável, olhou para o relógio e pensou que era muito cedo. Desceu da cama suavemente e fui até à cozinha. Voltou ao quarto e pode ouvir um choro baixo. Pensou em se aproximar, mas era melhor não…

Sunday, 09:25 A.M. Lovato’s House, California
Demetria procurou por Claire, nada… O melhor seria procura-la mais tarde, talvez depois do serviço. Demetria vestiu-se para começar mais um dia de trabalho. Desceu as escadas e ouviu alguns cochichos, bastante baixos para serem ouvidos.
− A sério? Ah, santo Deus! Eu vou matá-la! – Dallas falava com Claire.
− Demetria? – Claire olhou surpresa, talvez ela não quisesse vê-la, não agora! – Já te levantoaste? Não está cedo?
− Não, eu tenho que ir trabalhar, meninas!
− Demi? Não te lembras? – Dallas gritou para se fazer ouvir. – Okay, nós já devíamos saber!
− Lembrar de quê? Dallas, que porra queres dizer?
− Hoje é o aniversário de casamento do Eddie e da mãe. – Dallas esclareceu.
− Santo Deus, eu esqueci-me completamente. Ainda bem que comprei a prenda no mês anterior. – Dallas fingiu tosse. – Obrigada, Dallas, melhor assim?
− Muito melhor. Além, hoje ninguém trabalha. É meio óbvio! – Dallas agarrou na sua mala e dirigiu-se à porta.
− E a menina Dallas vai para onde? – Claire parou-a.
− Eu? Vou… passear por aí. Fiquem bem e não destruam a casa! – Ela corou e fechou a porta rapidamente.
− Bom dia, meninas! Hoje vai estar tudo a rockar! – Selena fez sinal de Rock com as mãos.
− Não, Sel! Hoje é a festa de aniversário do casamento do tio Eddie e da tia Dianna. – Miley baixou os braços de Selena.
− Ai é? Mas eu queria rock!
− Por que é que ela está assim? – Claire perguntou a Miley.
− Efeito do sono! – Miley tentava a todo o custo “domar” Selena. – Se me dão licença.
− Claire, não adianta negar, eu sei que tu… − Demetria queria desculpar-se pela última noite, mas alguém interrompeu-a.
− Meninas venham ajudar!

Continue…
E foi o final de mais um ano… Desculpem ter-vos enchido os olhos com lemúrios totalmente idiotas. Eu sei que foi um pouco, porque quando se cresce e se olha para trás haverá sempre um pensamento “Nossa, que retardado/idiota!”.
O cap. foi dividido em 02, porque eu queria desejar um bom ano :)
Talvez dia 01 de Janeiro já tenha postado algo mais, pelo menos, porque eu prometo, prometo, prometo, prometo… E não cumpro *porra* nenhuma! Argh! Como eu me odeio!
Happy 2015!

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Hey, Anna! Seja bem-vinda!
      Foi bem recheado, né? kkkk Mais tarde actualizarei com a parte em falta!
      Besos!

      Excluir
  2. Passando pra avisar que estou de castigo,sem qualquer coisa que envolva internet até sem tv estou,não sei quando vou poder comentar,se comentar consegui da uma escapada.aprontei demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe só responder agora, é que as notificações de comentários do QDL não estão a ser enviadas para a minha conta de Outlook.
      Okay, não há problema, Anna. Espero que sai em breve do castigo :/ E cuidado para não ser apanhada nessas escapadas kkk Besos, gata!

      Excluir
  3. não precisa pedir desculpas, só consegui sair hoje, to correndo o risco mais vale a pena. Ler só livros num me satisfaz, tem que ter umas historia por fora.

    ResponderExcluir
  4. Hey Cissi, tudo bem amore?
    Cara, li tudo hoje. Essa história ta muito boa *-*
    Beijos 😘❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Lari! Tudo e consigo?
      Eba, quanta empulgação! Obrigada, gata ^_^
      Besos, Gata!

      Excluir